Veiga vê falhas em lances pontuais e diz: “Tem coisas que não podemos cometer”







loading=lazyNo jogo que marcou a esperada volta da torcida ao Allianz Parque, o Palmeiras acabou derrotado pelo Red Bull Bragantino na noite deste sábado, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na saída do gramado, o meia Raphael Veiga falou sobre o desempenho do time da casa.

No primeiro tempo, aproveitando seguidos erros do Palmeiras, Ytalo, Cuello e Artur colocaram o Red Bull Bragantino em vantagem. Dudu diminuiu ainda na etapa inicial e Raphael Veiga marcou de pênalti na metade final, mas Artur acabou com a reação do time mandante.

“É difícil falar se é falta de atenção ou não. São lances pontuais. Todo mundo, quando entra, é para fazer o máximo. Ninguém entra querendo falhar. Mas, realmente, tem coisas que não podemos cometer. Tem coisas que estão acarretando em gols adversários. E também temos que ser mais decisivos lá na frente”, disse Veiga ao Premiere.

Com mais de 8 mil torcedores no Allianz Parque, o Palmeiras foi incentivado durante toda a partida contra o Red Bull Bragantino. Assim que o árbitro apitou o final, porém, algumas vaias e críticas foram ouvidas na arena, cenário que o meia procurou tratar de maneira natural.

“A torcida tem total liberdade de apoiar e de criticar, desde que seja com respeito. Sabemos que não estamos no nosso máximo. Quando mostramos nota 10, vamos ser cobrados pela nota 10. Então, é trabalhar”, disse Veiga, que fez alusão à final da Libertadores, marcada para 27 de novembro, contra o Flamengo, no Estádio Centenário.

“É só trabalhando e se dedicando para sair dessa situação. Temos um jogo muito importante em alguns dias e não podemos deixar que o externo nos influencie dentro de campo. Jogamos de dentro para fora e nós, dentro de campo, é que temos que resolver”, completou o meia.



O post Veiga vê falhas em lances pontuais e diz: “Tem coisas que não podemos cometer” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.