Números ofensivos do São Paulo no Brasileiro são inferiores aos de 203 e 207







loading=lazyNesta segunda-feira, o São Paulo empatou por 0 a 0 com o Cuiabá, na Arena Pantanal, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Longe de estar em uma situação confortável na competição, o Tricolor vem sofrendo com a falta de poder ofensivo.

Depois de 25 partidas disputadas pelo Brasileirão, o Tricolor marcou apenas 20 gols. O desempenho da equipe no ataque é inferior aos dos anos de 2013 e 2017, quando o time flertou com o rebaixamento.

No mesmo recorte de partidas em 2013, o São Paulo já havia balançado as redes 21 vezes. Após 25 partidas disputadas, o time ocupava a 17ª colocação, com 27 pontos. Ao fim do ano, a equipe terminou a competição na nona posição.

Já em 2017, a situação era bastante diferente na 25ª rodada, apesar de também ocupar a 17ª colocação. O Tricolor já havia marcado 33 gols, mas possuía uma defesa muito frágil, já tendo sido vazado 37 vezes. Para efeito de comparação, o time comandado por Hernán Crespo sofreu 25 gols nesta amostragem. Naquela edição, o clube do Morumbi terminou na 13ª posição.

No momento, o São Paulo está na 13ª colocação do Brasileiro, com 30 pontos somados, apenas quatro a mais do que o Bahia, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o time de Crespo recebe o Ceará, no Morumbi, na quinta-feira, às 19h.

O post Números ofensivos do São Paulo no Brasileiro são inferiores aos de 2013 e 2017 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.