Mercearia árabe vandalizada em Arroios. "Acordámos com o ódio"







A mercearia árabe Zaytouna, no mercado de Arroios, em Lisboa, foi vandalizada, na madrugada desta quarta-feira. Nas janelas da montra foram inscritas as palavras fuck Jihad (que se f*** a guerra santa).

Hindi, coproprietário da loja do Médio Oriente, indicou ao Notícias ao Minuto que a inscrição foi hoje detetada pela sua sócia ao chegar ao estabelecimento.

De acordo com o responsável, esta foi a primeira vez que a loja foi alvo de um ataque deste género, desde a sua abertura, em maio de 2018.

Foi apresentada uma queixa junto da PSP.

Num comunicado publicado através do seu site, os responsáveis explicam que a Zaytouna nasceu de uma amizade entre a Palestina e Portugal e de uma grande vontade de partilhar culturas, e que, desde o primeiro dia, é um lugar de tolerância, diversidade e de laços para clientes e amigos.

Apesar de todo este percurso, cheio de coisas boas e de vontade de futuro, hoje acordámos com o ódio escrito nas nossas janelas, pode ler-se, sublinhando-se que apesar de este discurso de horror ser minoritário, deve ser combatido e denunciado. 

A todos e todas que sofrem de discursos de ódio, de racismo, de xenofobia, de homofobia, transfobia, e a todas as vítimas da Jihad e tantos outros grupos que promovem a violência e a intolerância: não tenham medo. Nós seremos sempre mais e estaremos juntos, sempre, termina o texto.

Leia Também: Português gerente de uma loja da Zara no Brasil acusado de racismo