Sylvinho explica não utilização de quarteto e exalta Willian: &“Atleta completo&̶







loading=lazyA expectativa sobre Giuliano, Róger Guedes, Willian e Renato Augusto atuando juntos no time do Corinthians continua. No empate em 1 a 1 com o América-MG, no domingo, o quarteto de reforços para essa temporada não esteve em campo ao mesmo tempo, apesar de todos os seus membros terem atuado.

E, entrevista coletiva após a partida, o técnico Sylvinho explicou porque as quatro grandes contratações da última janela não estiveram lado a lado durante alguns minutos.

#8220;Não foi possível (ter os quatro em campo). Nós trabalhamos sempre com todo o elenco, com todos os atletas. Não estamos ali envolvidos em quando e que momento os atletas que vieram qualificar o nosso grupo possam ou não estar juntos. Nós vamos montando a equipe dia a dia, cada um vem de um processo. Não houve essa possibilidade nesse momento#8221;, explicou.

No último jogo fora de casa, contra Atlético-GO, houve um desconforto ali com o Renato, ele não viajou, o preservamos. Ele construiu mais uma semana de trabalho muito boa e teve presente conosco aqui, já nos ajudou bastante na segunda parte. Os outros três estavam em campo, mas a gente já tem realmente isso de buscar fazer o melhor para o grupo crescer. Esses atletas com muita experiência vem de cenários bem diferentes uns dos outros, e esse encaixe no grupo vai sendo montado pouco a pouco#8221;, completou.

Sylvinho também rasgou elogios a Willian, que foi titular e fez sua reestreia pelo Corinthians. O camisa 10 atuou durante 64 minutos, sendo substituído por Renato Augusto.

#8220;Estou muito feliz do grupo se qualificar com a presença de atletas importantes. O Willian é um desses atletas, também vem de cenários diferentes. O campeonato já passou da metade, e nós vamos, com calma e tranquilidade, inserindo nos jogos. Na última parte, Willian já estava bem cansado. É um atleta que tem um desgaste grande, porque todas as ações do Willian são ações de muita potência, o gasto é maior. O atleta está numa zona de campo, meio-campo ou uma zona de mais conforto onde ele consegue gerenciar as ações dele, e nós percebemos que com 60 minutos coordenou um pouco, cansou, já não saia do campo defensivo quando o Fagner estava ajudando na frente. Nós resolvemos trocar. Um atleta de uma qualidade técnica ímpar, pode jogar dos dois lados, tem bom cruzamento, boa finalização, um atleta completo. Pouco a pouco vai sendo inserido nesse nosso processo, nessa nossa construção. Tem muito a agregar e muito a ajudar#8221;, afirmou.

Por fim, o técnico ainda falou sobre a função de Willian diante do América-MG. Durante grande parte do jogo, ele esteve aberto pelo lado direito. Em alguns momentos, no entanto, acabou caindo pelo meio, trocando de posição com Gabriel Pereira.

#8220;Willian é um atleta que tem prioritariamente a função de beirada externa pelo lado direito, mas que já, em outros grandes clubes que passou na sua vida, jogou também pelo lado esquerdo. Não há nenhum problema para ele poder jogar entre linhas. Quando a gente fala entre linhas, não é atleta de meio-campo, mas um atleta que recebe essa bola entre o meio-campo e o defensor adversário e pode dar sequência, como estava o Gabriel Pereira pelo lado direito, que é um atleta que fez muito bem a função. Ele tinha uma troca rápida com o Willian#8221;, disse.

#8220;Eventualmente, quando o Willian estava nessa posição mais central, isso realmente nos resultou em uma boa saída. Em vinte minutos do primeiro tempo a gente começou a encontrar essa situação em campo, por esse lado direito nosso funcionando melhor. O gol foi uma jogada de ambos pelo lado direito, com cruzamento de William. É sim um ponto forte do atleta, que realmente define bem a jogada, tem bom cruzamento, mas foi algo programado até pela característica desses dois atletas que eu citei#8221;, concluiu.

O post Sylvinho explica não utilização de quarteto e exalta Willian: #8220;Atleta completo#8221; apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.