Palmeiras tem o desafio de superar a fortaleza defensiva do Atlético-MG na Libertadores







loading=lazyNesta terça-feira, o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG, no Allianz Parque, às 21h30, na primeira partida da semifinal da Libertadores. Para chegar à segunda decisão consecutiva da competição continental, o Verdão terá que superar o sólido sistema defensivo do Galo.

Depois de dez partidas disputadas pela Libertadores, o Atlético-MG é a equipe com menos gols sofridos no torneio. Até o momento, o time foi vazado apenas três vezes, sendo todas na fase de grupos, em jogos contra o Deportivo La Guaira e o América de Cali, nos dois confrontos contra os colombianos.

Para efeito de comparação, o Palmeiras sofreu oito gols nas mesmas dez partidas pela Libertadores. O Flamengo e o Barcelona-EQU, que se enfrentam na outra semifinal, foram vazados 12 e oito vezes, respectivamente.

O bom desempenho defensivo do Atlético-MG não é exclusivo na Libertadores. O time comandado por Cuca também é o que menos sofreu gols no Campeonato Brasileiro, sendo vazado 13 vezes em 20 partidas disputadas.

Por outro lado, o Palmeiras tem números ofensivos superiores aos do Galo na Libertadores. Enquanto o time mineiro marcou 19 gols na competição, o Palmeiras já balançou as redes 26 vezes. O Verdão tem o segundo melhor ataque do torneio, ficando apenas atrás do Flamengo, que tem 28 tentos anotados.

Como fez uma melhor campanha na fase de grupos, o Atlético-MG terá o direito de decidir em casa. A partida de volta contra o Palmeiras acontecerá na terça-feira da semana que vem, às 21h30, no Mineirão, que será parcialmente ocupado por torcedores do Galo.

O post Palmeiras tem o desafio de superar a fortaleza defensiva do Atlético-MG na Libertadores apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.