Mulher detida no aeroporto de Maputo com cocaína numa peruca







A droga foi detetada à chegada à capital moçambicana numa operação conjunta do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic), Direção-Geral de Alfândegas e polícia.

As forças no aeroporto têm desencadeado esforços no sentido de estancar este crime de tráfico de droga, referiu Hilário Lole, porta-voz do Sernic, após a detenção, a segunda do género a ocorrer esta semana.

Na segunda-feira, também no aeroporto da capital moçambicana, foram apreendidos 4,2 quilos de cocaína e detido um homem de 33 anos proveniente do Brasil que a transportava.

Na altura, pequenos embrulhos dissimulados como rebuçados chamaram a atenção dos elementos das alfândegas moçambicanas durante o rastreio de bagagens.

Moçambique está referenciado sobretudo como zona de passagem de heroína oriunda da Ásia com destino à Europa e Estados Unidos e que tem dado origem às maiores apreensões anunciadas pelas autoridades.

Mas outras quantidades de cocaína foram intercetadas no país já este ano.

Em abril, o Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic) de Moçambique apreendeu 25 quilos de cocaína escondidos na casa de um empresário na cidade de Pemba, em Cabo Delgado.

O mesmo órgão policial de investigação anunciou em janeiro a detenção, em Maputo, de um homem suspeito do tráfico de oito quilos de cocaína.

Leia Também: Air France passa a voar entre Paris e Maputo a partir de 02 de dezembro