Vulcão destruiu 420 edifícios e 5,2 quilómetros de estrada em La Palma







O programa de satélites de observação do planeta Terra, Copernicus, pertencente à União Europeia, publicou, através do Twitter, uma imagem de radar da situação do vulcão Cumbre Vieja, que no passado domingo entrou em erupção na ilha espanhola de La Palma. 

Numa atualização, feita durante a tarde desta sexta-feira, o Copernicus mostra que 420 edifícios foram destruídos (mais 30) e que a lava cobriu já 190,7 hectares da ilha - mais 10,6 hectares em (apenas) 18 horas. 

De acordo com as informações reveladas, há ainda 15,2 quilómetros de estrada que foram destruídos. 

Recorde-se que, esta sexta-feira, abriram-se duas novas bocas eruptivas no Cumbre Vieja, num flanco do cone principal do vulcão, avança o El País. No local, têm hoje sido ouvidas violentas explosões, fazendo com que as autoridades aumentassem o perímetro de segurança. 



O vulcão Cumbre Vieja está ativo e a expelir lava desde domingo passado e apesar desta situação não houve mortos ou feridos a lamentar entre os 85 mil habitantes da ilha. Contudo, os danos são enormes, acima de 400 milhões de euros, segundo as autoridades regionais.

Leia Também: Casa escapa por milagre a lava do vulcão Cumbre Vieja nas Canárias